romântico

Posts publicados na tag romântico

Casamento Érika e Guilherme

31/jan/2011 às 11:57
A Érika foi uma daquelas noivas que além de querida, era empolgante ! Sempre cheia de idéias, e super aberta a sugestões, foi uma noiva deliciosa de trabalhar..
Continue lendo »

Casamento Érika e Guilherme

A Érika foi uma daquelas noivas que além de querida, era empolgante !
Sempre cheia de idéias, e super aberta a sugestões, foi uma noiva deliciosa de trabalhar !!!
Adoro quando aparecem noivas que gostam de sair do “comum”, como definitivamente não usar o verde e branco na decoração (não tenho nada contra o verde e branco, apenas existem casamentos demais nesses tons), além disso, a Érika não tinha medo de usar a criatividade, de inovar!
O casamento foi todo nas cores amarelo e berinjela, a noiva escolheu cada detalhe, pensou em tudo, até os porta- retratos usados na decoração, que ao final da festa foram entregues a alguns convidados específicos como presente.
Além dos bem casados, a noiva optou por colocar na saída, alguns exemplares do jornal de domingo, idéia “aprovadíssima” pelos convidados que gostam de tomar seu café da manhã e ao mesmo tempo ficar por dentro das notícias !
Noiva sortuda, foi sorteada por 2 vezes, em uma delas, ganhou o carrinho dos sorvetes Rochinha recheado de picolés para usar em seu casamento.
Uma das novidades foi a entrada da Érika na pista com balões de gás Hélio em forma de coração na pista…. ficou show e fez a alegria dos convidados !
Casal dedicado, até ensaiaram para a primeira dança,que cá entre nós ficou MUUUITO BACANA !

Só posso dizer que amei conhecer a Érika e que foi uma delícia fazer sua assessoria !
Érika e Guilherme, mais uma vez, queria desejar toda a felicidade de mundo, que a alegria vista nos olhinhos de vcs naquele dia tão especial, permaneça para sempre !

Beijokas !

Bom, vamos as fotos…
















Quer ver mais desse casamento…. dá um pulo, no Blog da Fê….. www.vestidadenoiva.com
OS créditos vão para:

Compagnie Assessoria
Fotos – Luciana Cattani
Vídeo – Maíra Preto
Buffet Colonial
Bolo e doce – Le Malu
Balões – Festa com Arte
Decoração – Adriana Vianna Rocha
Banda – The Flavours

Meninas… principes existem!!! rsrsrs

18/mar/2010 às 12:53
Quem disse que não existem mais homens românticos??? As noivas abaixo, entrevistadas pela revista Marie Claire, contam como foram pedidas em casamento…. uma historia mais romântica que outra!..
Continue lendo »

Meninas… principes existem!!! rsrsrs

Quem disse que não existem mais homens românticos???

As noivas abaixo, entrevistadas pela revista Marie Claire, contam como foram pedidas em casamento…. uma historia mais romântica que outra!
Não podia deixar de compartilhar com vcs !
Tenho 2 preferidas, o pedido no balão, e o criativo quebra cabeças !!!!
E vcs, de qual mais gostaram???

Beijossssss
Do alto de um balão Bruna Fernandes, 28 anos, dona de uma empresa de eventos, casada com Rodrigo Chagas Soares, 29, advogado
“Na véspera do dia dos namorados, Rodrigo me disse que ia me fazer uma surpresa. Estava curiosa e queria saber que tipo de roupa deveria usar, se deveria fazer mala etc. Ele disse apenas para eu usar algo confortável e que iríamos acordar muito cedo. Achei estranho e lembro que a primeira coisa que me passou pela cabeça foi o Hopi Hari [meio bizarro e nada romântico, mas…]. Pulamos da cama às 4h da manhã de sábado, eu vesti uma calça jeans e um casaco e fui dormindo no carro, enquanto ele dirigia. Acordei uma hora depois e vi a placa de Boituva, uma cidade próxima. Achei mais estranho ainda e, confesso, esperava algo chato. Entramos numa van e ninguém falava sobre o que iríamos fazer porque o Rodrigo tinha avisado a todos de seu plano. E eu estava sonolenta e não desconfiei de nada. Pouco tempo depois, chegamos num campo lindo, com uma luz incrível do nascer do sol. O cenário era de filme e eu fiquei superemocionada quando vi um enorme balão ao fundo, ainda enchendo. Adoro altura, já pulei de asa-delta, de ponte, bungee jump. Mas nunca tinha voado de balão. A vista lá de cima é impressionante, e o passeio, lento, traz uma sensação de paz muito grande. Eu já estava feliz da vida, achando tudo muito romântico, lindo, tentando pegar uma folha da copa de uma árvore para guardar de recordação. De repente, o Rodrigo começou a fazer declarações de amor no meu ouvido e, com a voz tensa, disse: ‘Já falei com seus pais… você quer casar comigo?’ Comecei a chorar e os outros casais do balão, a aplaudir. Não precisei nem ver as alianças. Logo depois, parece coisa de filme, mas aconteceu de verdade, o balão não sei como bateu numa árvore e uma chuva de folhas verdinhas caiu sobre todos nós. Foi a coisa mais linda, apesar de todos terem ficado com medo de o balão cair. Pousamos em segurança no meio de um canavial, onde brindamos com champanhe. Casamos em novembro do ano passado. E eu tenho a minha folhinha de recordação daquele dia incrível.”
O ovo de páscoa 
Melina Garcia Cunha Sanjar, 27 anos, publicitária, casada com Carlos Lavini Sanjar, 32, engenheiro e empresário 

“Percebi que o Carlos era o homem da minha vida logo de cara. Nós nos conhecemos no curso de pós-graduação, e desde a primeira vez que nos falamos senti meu coração disparar, minha voz ficar trêmula. Mas ele sempre foi mais na dele, não é do tipo que demonstra sentimentos em público. Isso nos rendeu algumas brigas, eu me sentia insegura. Numa dessas brigas, já com dois anos de namoro, decidi buscar refúgio com a minha família em Uberlândia (MG). Era feriado de Páscoa e ele disse que ficaria em São Paulo para trabalhar. Mal cheguei lá, no entanto, e ele me ligou dizendo que estava a caminho. Fiquei surpresa, mas feliz. Assim que Carlos chegou, notei que estava diferente, mais carinhoso. Eu ainda estava brava pela briga, então não dei bola. No domingo de Páscoa, depois do café da manhã, ele disse que queria me dar meu presente e já foi me puxando para a sala, onde encontrei meu pai, com a filmadora ligada. Comecei a ficar nervosa. Sou do tipo romântica, sonhadora, mas estou sempre domando minhas expectativas para não me decepcionar. Carlos tirou de trás do sofá uma caixa embrulhada com papel vermelho e uma fita dourada. Abri e vi um coração de chocolate e um porta-retrato com a minha foto favorita de nós dois. Fiquei surpresa, porque para alguém nada romântico aquele gesto era muito, ainda mais na frente dos meus pais. Mesmo com a caixa aberta, ele continuou insistindo para eu abrir o coração de chocolate. Tentei conter minhas expectativas, mas quando rasguei o papel alumínio vermelho e vi a caixinha preta de veludo, comecei a tremer. Eram duas alianças, a minha exatamente como eu sonhava, bem grossa e cheia de brilhantes. Aí não me aguentei mais e caí em lágrimas. Nove meses depois, nos casamos. Até hoje, quando penso no trabalho que ele teve para armar tudo aquilo para me surpreender, tenho mais certeza de que o Carlos é o homem da minha vida.”

A 18 metros de profundidade Kátia Pavlovitsch Luiz, 29 anos, arquiteta, casada com Carlos Alberto Miguelli, 29, estudante de medicina 

“Meu irmão resolveu fazer um curso rápido de mergulho com uma namorada com quem estava na época, e o batismo seria em Paraty. Carlos e eu namorávamos havia 12 anos e já tínhamos feito esse curso, mas resolvemos ir junto para passear. Caímos no mar com o equipamento e descemos, nós dois, uns 18 metros de profundidade. Tudo era lindo demais. Aproveitamos o cenário, nadando por cerca de meia hora. Quando nos preparávamos para retornar à superfície, encontramos o pessoal do curso recebendo instruções num círculo. Ficamos ali, flutuando e observando. De repente, o instrutor parou de falar, aproximou-se de mim e me entregou uma estrela-do-mar. Encaixadas em duas pontinhas dela estavam as nossas alianças. Carlos diz que arregalei os olhos dentro da máscara [risos]. Pudera: eu simplesmente não estava acreditando. Ele fez uma mímica perguntando se eu gostaria de casar com ele. Respondi com o ‘ok’ usado no mergulho. Não é tão fácil assim exprimir os sentimentos com aquela aparelhagem toda. Mas trocamos alianças lá embaixo mesmo, claro! Só conseguimos nos beijar quando subimos para a superfície. Depois, descobri que ele estava decidido havia algum tempo, mas queria esperar por uma boa oportunidade. Entraremos na Igreja Nossa Senhora do Brasil, em São Paulo, em março de 2011.”
Numa flor sorridente 
Camila Lima, 31 anos, editora de moda de Marie Claire, casada com Arturo Querzoli, 31, cineasta 

“Nunca tive a expectativa de ser pedida em casamento. Mas, canceriana que sou, claro que me emocionava com qualquer cena de Sessão da tarde em que o tal pedido fosse feito. É que simplesmente não me via neles. Uma bela noite, porém, meu namorado da época da faculdade, meu marido até hoje, me preparou um delicioso jantar. Eu completava 25 anos e, depois de algumas taças de vinho e de achar estranho não ter ganho nenhum presente até aquele momento, fui surpreendida com um imenso balão de hidrogênio no formato de uma flor sorridente. Ele pediu que eu soltasse a corda, para que o balão voasse — a casa dele tinha um pé-direito bem alto. Quando vi, na altura exata dos meus olhos, e amarrada ao final do fio, estava uma aliança. No mesmo instante ele olhou nos meus olhos e perguntou se eu queria casar com ele. Claro que a resposta foi sim! Tenho esse balão guardado até hoje, murcho, claro, mas muito bem guardado. E a tal aliança também ainda está no meu dedo. Mandei grudá-la na minha aliança de casamento. Sempre que olho para ela, lembro direitinho desse dia inesquecível.”

Na forma de  quebra-cabeças 
Gabriele Monice Garcia, 23 anos, jornalista, noiva de Dérek Bittencourt, 21, também jornalista 

“Conheci o Dérek na faculdade, éramos da mesma sala. Ele era mais novinho, tinha só 16 anos, mas logo nos apaixonamos. No ano passado, quando completávamos quatro anos e meio de namoro, ele falou que me levaria para jantar — e que o lugar seria surpresa. Estranhei o mistério todo, ele estava ansioso e isso não era normal. Bem, logo que chegamos ao Terraço Itália, em São Paulo [lugar que ele escolheu], fizemos os pedidos ao garçom e Dérek me entregou uma caixa azul. Como não era pequena, pensei que não devia ser um pedido de casamento. Tirei a tampa e não entendi nada: eram várias peças soltas de um quebra-cabeça. Comecei a montar sobre a mesa e formou uma foto nossa. Achei bonitinho e criativo, afinal, era o primeiro presente feito por ele mesmo [e não algo comprado]. Então ele pediu que eu montasse do avesso. Quando coloquei a última peça da primeira fileira, fiquei muito nervosa, tremia por dentro, porque vi um desenho de duas alianças. Terminei a sequência e li a pergunta que as peças formavam: “Você quer ser minha noiva?” Nem acreditei. Fiquei olhando para ele com cara de espanto, sem saber se aquilo era sério. Aí ele tirou a caixinha menor do bolso e me mostrou as alianças. O ‘sim’ já estava na ponta da minha língua, mas estava tão nervosa que travei. Sabe aquele nó na garganta que dá? Depois consegui dizer, é claro, e hoje nos divertimos só de imaginar os clientes e funcionários do restaurante dando risada: nós dois, com cara de crianças, montando um quebra-cabeça! Nos casaremos em maio de 2011.”




Um casamento em Paris !!!!

04/mar/2010 às 12:17
Se para mim Paris já era um dos lugares mais românticos do mundo, agora, com certeza esta no topo da minha lista!!!Vi essa história e faço questão de..
Continue lendo »

Um casamento em Paris !!!!

Se para mim Paris já era um dos lugares mais românticos do mundo, agora, com certeza esta no topo da minha lista!!!
Vi essa história e faço questão de compartilhar com vcs.

Genesis e Kevin, queriam um casamento bem intimista e diferente, em algum lugar que marcasse suas vidas.
Assim, escolheram Paris como o cenário para essa união.
Foram pouquíssimos convidados, apenas os Padrinhos (pasmem, nem os pais), a singela cerimônia foi realizada no hotel escolhido a dedo pelo casal, o The Plaza Athenée, sem padre apenas pelo o que poderíamos chamar de “Juiz de Paz Francês” !

Após a cerimônia, os noivos foram tirar as tradicionais fotos pela cidade Luz……
Mas essa história não acaba ai……
A mãe da noiva, “just in case”, colocou na mala da filha um véu que mandou fazer para que sua filhota usasse nesse dia tão especial. Porém, na noite anterior ao casamento, quando estava separando suas coisas para a cerimônia do dia seguinte, Genesis notou que o véu não estava lá!!
Ficou muito chateada, mas foi dormir tentando se conformar…
Seu noivo Kevin, não querendo que nada tirasse a alegria de sua noiva, saiu para andar por Paris e encontrou uma boutique de artigos para casamento típica Parisiense. Entrou contou o ocorrido para a dona da boutique e a convenceu a fazer um novo véu para Genesis !! (que lindo, né??!!)
O véu caiu como uma luva, tudo foi maravilhoso e perfeito….
Dá uma olhadinha no look da noiva…
Agora me digam….. tem como não se apaixonar em Paris?????
Ah….. informação básica.. rsrs
Vestido – Amsale (www.amsale.com)
beijinhosssssssssssss

 

Uma Substituição charmosa do Arroz……

O super tradicional arroz jogado nos noivos após a cerimônia, está sendo substituído, por charmosos pedacinhos de cetim colorido !!!

Um verdadeiro sucesso entre as noivas, além de mais leve, de não machucar os olhos dos noivos (rsrs), e de não ficar enfiado no cabelo e nem dentro do vestido da noiva durante toda a festa, o colorido das fitinhas dá um toque todo especial as fotos, principalmente quando o casamento é realizado durante o dia!

Outra vantagem que as fitinhas levam sobre o arroz, é que este é jogado apenas para desejar prosperidade ao casal, já com as fitinhas é diferente, cada cor tem um significado, um desejo diferente….

Branco- Paz
Vermelho– Paixão, Amor e Desejo
Verde – Vigor, Esperança, Juventude, Calma
Amarelo – Prosperidade, Calor, Luz
Laranja-  Movimento e Espontaneidade
Azul- Lealdade, Fidelidade
Lilás – Intuição
Rosa – Romantismo, Sensualidade
Os saquinhos com as fitinhas podem ser deixados sobre o banco, no lugar de cada convidado, ou dispostos em um charmoso cesto e distribuído aos convidados a medida que estes forem chegando.
Os da foto abaixo, foram confeccionados pelo pessoal da Divino Detalhewww.divinodetalhe.com.br), e fizeram o maior sucesso entre os convidados !!
Um verdadeiro toque de charme em qualquer cerimônia…….
Fotos: Iris de Oliveira

Apostem nessa idéia!!!!!!
beijo…

Mais uma delícia de casamento……..

Paula e Gustavo, são aquele casal inesquecível!!
De uma alegria contagiante e impar !!!
Tudo na festa deles, desde a cerimônia até o último minuto da festa, foi perfeito, divertido e com a cara dos noivos !
Adoro casamentos assim…….casamentos delícia….ao final da tarde sob o pôr do sol, com crianças por todo lado dando aquele ar de Conto de Fadas e claro….. o amor pairando por todos os cantos do local…..

                               A presença do amor, da paixão da cumplicidade !!

Uma mesa gostosa e bem decorada….

Hum…… os bem casados……

Cerimônia simples….bem ao estilo local…. impecável !!!


Cores Vibrantes!!!


Detalhes …..marcantes…..


Mais um sonho realizado!!


Ah…… ia me esquecendo…. quem quiser ver um pouquinho mais de detalhes desse casamento tão gostoso, acesse o link e assista ao vídeo feito pela 4GP que ficou o Máximo……

Beijosssssss


Ficha Técnica:

Organização e cerimonial: Compagnie Assessoria em Eventos

Fotos: Iris de Oliveira
Video 4GP
Decoração: Plantation
Loca: Clube Nacional
Buffet: Banqueteria
DJ: Chico Alves
Som e Iluminação: Carioca Som
Doces: Mariza Doces
Bem Casado: Antônio Carlos Bem Casados

Compagnie (C) 2011Difluir